O que você procura?

Notícias

Escrito em 24 de Outubro por Fúlvio Costa

Dom Washington Cruz invoca proteção do Anjo da Guarda de Goiânia nos 84 anos da capital

Na missa, o arcebispo refletiu sobre a missão do Anjo da Guarda, a Ideologia de Gênero e a crescente violência em nossa capital

Imagem Homilias
Celebração contou com a presença de autoridades políticas, entre elas o prefeito de Goiânia, Iris Rezende; e o reitor da PUC Goiás, Prof. Wolmir Amado

O nosso arcebispo, Dom Washington Cruz, presidiu a missa pelos 84 anos de Goiânia, na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Auxiliadora, na noite do dia 24 de outubro. Em sua homilia, ele invocou o Anjo da Guarda de Goiânia. “O Anjo da Guarda de Goiânia nos defende das armadilhas do maligno”, afirmou. Ele disse também que “é uma verdade de fé a existência de espíritos maus – os demônios – que tentam arrastar-nos à desobediência a Deus”.

Participaram da celebração diversas autoridades políticas, entre elas o prefeito da capital, Iris Rezende, e o corpo de secretários e assessores municipais, além do ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, e sua esposa. “O Anjo da Guarda de Goiânia tem por missão livrar-nos de todas as adversidades e guardar-nos em todos os caminhos”, continuou na homilia. “O Senhor enviará os seus Anjos para que te guardem em todos os seus caminhos”, reforçou o arcebispo, citando um trecho do Salmo 90.

Dom Washington também lembrou que os Anjos podem ser um importante auxílio, sobretudo na época em que vivemos, caracterizada por crescente violência. “Vivemos em uma Goiânia marcada por acontecimentos trágicos recentes, por medo e insegurança. Só no Céu tomaremos conhecimento do quanto estamos devendo ao Anjo da Guarda de Goiânia”. 

Ao fim da celebração, os políticos se dirigiram ao altar e receberam a bênção do arcebispo. Ele também comentou sobre a Ideologia de Gênero, “doloroso problema que desconstrói a obra criadora de Deus, a família e o próprio conceito de ‘ser humano’, criado à imagem e semelhança de Deus, como ser interpessoal, homem e mulher”. E indicou uma saída: “A solução para este gigante desafio se encontra na Palavra de Deus, na história ininterrupta da humanidade e na tradição da Igreja”. A ação do adolescente que atirou em seus colegas na Escola Goyases, no último dia 20, também foi refletida por Dom Washington. “Somos capazes de imaginar o tamanho da dor dos pais que perderam seus filhos? Somos capazes também de imaginar a dor dos pais do adolescente que realizou os disparos? Peçamos ao Anjo da Guarda que nos livre de todas as adversidades e nos guarde em todos os nossos caminhos”, completou.

Veja todas as fotos

Ouça o homilia completa

Atendimento

(62) 3223-4581 / 3225-0339