O que você procura?

Notícias

Escrito em 28 de Fevereiro por Fúlvio Costa

Celebrada missa pelo primeiro ano de falecimento de Dom Antonio Ribeiro

Dom Antonio foi o segundo arcebispo de Goiânia, nos anos de 1986 a 2002

Imagem Homilias

Na noite desta quarta-feira, 28 de fevereiro, a Arquidiocese de Goiânia lembrou o primeiro ano do falecimento do seu segundo arcebispo, Dom Antonio Ribeiro de Oliveira. A missa foi celebrada na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Auxiliadora, e foi presidida pelo arcebispo, Dom Washington Cruz. Concelebraram diversos padres da Arquidiocese. Auxiliaram no altar, diáconos permanentes e transitórios e os seminaristas.

Dom Washington destacou em sua homilia as leituras do dia, (Jr 18,18-20 e Mt 20,17-28), Quarta-feira da Segunda Semana da Quaresma. “Jeremias foi uma figura impressionante da Paixão de Jesus. Teve que falar em nome de Deus em tempos difíceis, imediatamente antes do desterro final. Não lhe deram atenção. Ao contrário, perseguiram-no, conspiraram contra ele”, afirmou. O arcebispo enfatizou que Jeremias é o exemplo de tantos inocentes que padecem pelo testemunho que dão e destacou que aquilo que passou o profeta, “é um exato anúncio do que farão também com Jesus, seus inimigos, acusando-o, rejeitando-o, até eliminá-lo”. 

Com relação ao primeiro ano do falecimento do arcebispo emérito, Dom Washington disse que aquela missa congregava o povo de Deus para oferecer o sacrifício de Jesus ao descanso eterno de Dom Antonio. Em seguida, ele lembrou da figura de Dom Antonio, que sempre manteve “o olhar fixo em Jesus, buscou sempre servir a todos, com alegria e esperança, como pároco, como bispo, como arcebispo e como arcebispo emérito”, disse. 

Ao lembrar-se de Dom Antonio, Dom Washington afirmou que sempre vem à sua memória como que de assalto, as palavras de Jesus: Vinde a mim que vos aliviarei; aprendei de mim que sou manso e humilde de coração; Eu sou a ressurreição e a vida, quem vem a mim, quem crê em mim terá a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia; Vem servo fiel e solícito, porque foste fiel no pouco, te confiarei o muito... entra no gozo de teu Senhor”. 

Continuando sua reflexão, Dom Washington disse que essas palavras resumem a vida do seu antecessor, “que confessou e anunciou Jesus como Senhor dos vivos e dos mortos”, por isso a Igreja estava ali reunida para rezar por ele: “Demos graças hoje pela sua pessoa como homem, como cristão, e, sobretudo como sacerdote e bispo. A Igreja eleva suas súplicas ao Senhor, rico, transbordante em misericórdia, pedindo que tenha premiado os seus trabalhos, seus desvelos, sua fidelidade, seu exemplo, seu alento, sua entrega sem reservas. Deus tenha para com ele aquela misericórdia que nos mostrou em seu Filho Jesus”, concluiu. 

Participaram da missa, diversas autoridades públicas. Entre elas, o governador do estado de Goiás, Marconi Perillo; a primeira-dama, Valéria Perillo; e o prefeito de Goiânia, Íris Rezende e sua comitiva. 

Assista ao vídeo em homenagem aos 90 anos de Dom Antonio (na página de vídeos, desça a barra de rolagem até o fim)

Veja o álbum de foto da missa de 1 ano de falecimento

Atendimento

(62) 3223-4581 / 3225-0339