O que você procura?

Notícias

Escrito em 15/06/2019 por Marcos Paulo Mota, acadêmico de Jornalismo da PUC Goiás

Na festa de Pentecostes, fiéis recebem Sacramento da Crisma

Na solenidade de Pentecostes celebramos a vinda do Espírito Santo e o nascimento da Igreja

Imagem Homilias

A solenidade de Pentecostes acontece 50 dias após a Páscoa e no domingo seguinte da Ascensão do Senhor, quando Jesus sobe aos céus para junto do Pai, cumprindo o que ele prometeu. “Entretanto, digo-vos a verdade: convém a vós que eu vá! Porque, se eu não for, o Paráclito não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei” (Jo 16,7).

Na solenidade de Pentecostes celebramos a vinda do Espírito Santo e o nascimento da Igreja, pois é a partir da vinda do Espírito Santo que os apóstolos saem para evangelizar, para batizar e curar as pessoas em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo. Então, a Igreja começa a crescer e passa a ser uma Igreja apostólica e universal.

Nós, cristãos católicos, devemos sempre rezar a Deus, pedindo que aconteça em nós um novo Pentecostes, pois ele significa a força do próprio Deus sobre a sua Igreja.

Crismas
Para celebrar a vinda do Espírito Santo, foram realizadas diversas celebrações de Crisma em nossa arquidiocese. O arcebispo e seus bispos auxiliares confirmaram na fé muitos jovens e adultos, ministrando o Sacramento da Crisma. No rito da Crisma, que acontece dentro da Missa, o bispo faz a seguinte oração: “Deus todo-poderoso, Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo, que, pela água e pelo Espírito Santo, destes uma vida nova a estes vossos servos e os libertastes do pecado, enviai sobre eles o Espírito Santo Paráclito; dai-lhes, Senhor, o espírito de sabedoria e de inteligência, o espírito de conselho e de fortaleza, o espírito de ciência e de piedade, e enchei-os do espírito do vosso temor”, impondo as mãos sobre os que serão crismados, pedindo que o Espírito Santo venha e derrame sobre eles os seus dons.

Dom Washington Cruz presidiu Missa Solene de Pentecostes, na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, 

no Balneário Meia Ponte, em Goiânia; na Paróquia Santa Cruz, em Aparecida de Goiânia; e na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora (Catedral Metropolitana). Em sua reflexão, ele lembrou que é na solenidade de Pentecostes que se celebra o nascimento da Igreja. “A Igreja do Senhor, em toda a face da terra, celebra o dia do seu nascimento. O dia de Pentecostes é aquele em que a Igreja nasce no coração de Deus. A alma da Igreja é o Espírito. Por isso, ele desce sobre a Igreja reunida. Os discípulos somos todos nós, que recebemos a graça do Espírito Santo.”


Dom Levi Bonatto celebrou a solenidade no dia 8 de junho, à noite, na Comunidade São Francisco de Assis, da Paróquia Santa Maria, em Goiânia; no domingo, na Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, também na capital, e na Comunidade São Sebastião, da Paróquia Sant’Ana, de Inhumas. Ele falou da 

ação de cada dom do Espírito Santo em nós, com destaque para o temor de Deus. “Muitas vezes, sentimos vontade de caluniar alguém, mas logo paramos para pensar e percebemos que não podemos fazer isso porque é pecado. Isso é a ação do temor de Deus em nós, não temor com relação a medo de Deus, mas respeito”.


Já Dom Moacir Silva Arantes presidiu a celebração na Paróquia São Leopoldo Mandic, no Setor Jaó, e confirmou na fé 12 pessoas da comunidade. Em sua reflexão, o bispo falou aos crismandos sobre o sentido do dia de Pentecostes. “Hoje é um dia de muita alegria para nós e também para vocês, pois hoje é o dia do Espírito Santo, dia em que vocês recebem o sacramento que vai fortificá-los com os dons do Espírito Santo”, enfatizou.

Atendimento

(62) 3223-4581 / 3225-0339