O que você procura?

Notícias

Escrito em 06/07/2019 por Revista Mundo e Missão/Julho e Julho

Missionário inglês morreu no Peru em defesa dos últimos

McAuley dedicou a vida em favor da educação dos jovens indígenas, na defesa das culturas nativas e na defesa do meio ambiente

Imagem Homilias

Paul McAuley, um missionário inglês de 71 anos, fazia parte da Congregação dos Irmãos das Escolas Cristãs, ordem Lassaliana. Em abril deste ano foi encontrado morto em Iquitos, perto da fronteira com o Brasil. McAuley dedicou a vida em favor da educação dos jovens indígenas, na defesa das culturas nativas e na defesa do meio ambiente. Em 2010, o governo peruano havia emitido uma ordem de deportação contra ele, acompanhada por uma campanha de difamação da mídia local, que o descreveu como um “ativista Tarzan”, um “padre gringo incendiário”, um “terrorista branco”. No final, porém, um tribunal de justiça anulou o decreto e o religioso pôde permanecer no país. A Conferência Episcopal Peruana pediu às autoridades que investiguem o assassinato.

 

Atendimento

(62) 3223-4581 / 3225-0339