O que você procura?

Notícias

Escrito em 26/10/2019 por Fúlvio Costa

Horários das Missas na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, Catedral Metropolitana de Goiânia. Você sabe qual o verdadeiro sentido da Santa Missa?

A Missa é ainda, além de sacrifício, o banquete, a festa, a celebraçaõ que é memorial, refeição alegre, festiva e atual da Páscoa de Jesus Crist

Imagem Homilias

Todos os domingos, a Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora – Catedral Metropolitana de Goiânia, oferece seis horários de celebração da Santa Missa. Começando pelas vésperas, no sábado às 18h, que será presidida pelo vigário Pe. Sebastião Romário.

No domingo, a primeira Missa é as 7h. Neste domingo (27) será presidida pelo Pe. Geraldo. A Missa das 8h30 será presidida pelo Pe. Sebastião Romário. Já às 10h, quem presidirá será o pároco, Pe. Carlos Gomes e às 11h30, o arcebispo Dom Washington Cruz. Pe. Geraldo volta a presidir às 17h e o Pe. Carlos às 19h.

O sentido da Santa Missa
O sacrifício eucarístico pretende tornar sempre presente o sacrifício da Cruz, atualizá-lo. Esse sacrifício, porém, não é uma sacrifício meramente humano para merecer a misericórdia de Deus, mas o sacrifício verdadeiramente propício de Cristo que se imola, da mesma forma como se ofereceu na cruz, uma vez por todas, que agora é oferecido e atualizado pelo ministério do sacerdote que preside o mistério. O Concílio Tridentino afirmou que a Santa Missa é verdadeiro sacrifício, isto é, o sacrifício da Missa e o sacrifício da Cruz, são único. 

A Missa é ainda, além de sacrifício, o banquete, a festa, a celebraçaõ que é memorial, refeição alegre, festiva e atual da Páscoa de Jesus Cristo. A Santa Eucaristia é, portanto, um louvor e uma rica ação de graças pela vitória de Cristo sobre a morte. Mas como isso é possível se o sacrifício de Cristo aconteceu há mais de 2 mil anos? Diferente das ações humanas que se perdem no tempo e no espaço, as ações de Deus não. Ao consagrar o pão e o vinho, o sacerdote que é revestido pelo poder de Cristo, os transforma, no corpo e sangue de Jesus e, neste momento a Vítima do Calvário se faz presente em seu único e irrepetível sacrifício para atualizar a nossa redenção. A Igreja chama isso de transubstanciação. 

 

Atendimento

(62) 3223-4581 / 3225-0339