O que você procura?

Notícias

Escrito em 28/04/2021 por Fúlvio Costa

Série Cartas Pastorais do Dom Washington Cruz: Igreja em Goiânia

Na presente Carta Pastoral, o arcebispo traz uma motivação da própria palavra de Deus para que a evangelização na Arquidiocese

Imagem Homilias

Com apenas 16 páginas, Igreja em Goiânia foi a primeira Carta Pastoral do nosso arcebispo Dom Washington Cruz após assumir a Arquidiocese no ano de 2002. O documento foi publicado na Páscoa do ano de 2004. “No dia de hoje, solenidade da Ressurreição do Senhor, desejo partilhar convosco duas grandes dimensões que julgo significativas ao nosso testemunho de evangelização: primeiro, a evangelização enquanto vocação e missão da Igreja em Goiânia e; segundo, o contexto atual da evangelização, com seus respectivos desafios e implicações pastorais”, escreveu o arcebispo nas primeiras páginas da Carta.

Dom Washington faz uma reflexão muito pertinente sobre pontos fundamentais que guiam a Arquidiocese no caminho da evangelização, desde as exigências da pastoral na cidade, passando pela importância da opção preferencial pelos pobres e a evangelização na política, na ecologia, até a mística e a espiritualidade da Igreja. A base do conteúdo é inspirado no Livro dos Atos dos Apóstolos que, conforme o arcebispo, nos faz meditar no tempo pascal sobre a experiência profunda de encontro dos primeiros discípulos com o Senhor Ressuscitado. “E todos os encontros terminam com um claro chamado à evangelização”, destaca.

Na presente Carta Pastoral, o arcebispo traz uma motivação da própria palavra de Deus para que a evangelização na Arquidiocese seja uma experiência como aquela dos discípulos que não se findava nos encontros, mas através desses brotava a urgência da evangelização. “O que vimos e ouvimos vô-lo anunciamos” (1Jo 1,3ª) porque não se pode calar o que se viu e ouviu.

A Carta Pastoral A Igreja em Goiânia é dividida nas duas grandes dimensões citadas acima, que expressam o desejo do arcebispo de partilhar com o povo de Deus aquilo que ele julga ser significativo ao testemunho de evangelização. Confira abaixo.

Evangelizar: Vocação e Missão da Igreja em Goiânia

Jesus Cristo - ao ser enviado pelo Pai, ao anunciar o Reino, ao fazer de sua vida uma entrega radical -, fez-se o primeiro evangelizador [...].

A Comunhão: fonte, sinal e testemunho.

Na comunhão se expressa, desde sempre, a vida íntima da Trindade. Pela comunhão o Pai é expressão dialogal na criação, o Filho se revela na encarnação, o Espírito se manifesta na ação [...].

A Igreja em Goiânia, bem como as demais Igrejas Particulares, em comunhão com seu bispo e com o ministério petrino, tem na evangelização sua vocação e missão. Em sintonia com a renovação de toda a Igreja pós-conciliar, vem crescendo entre nós a consciência e o testemunho de comunhão e participação de todo o Povo de Deus [...].

Participação e corresponsabilidade na missão

Em testemunho de comunhão, a história vocacional e evangelizadora da Igreja em Goiânia tem na participação uma das mais ricas expressões de sua face.

Acentuam-se, na evangelização da Igreja Particular de Goiânia, a perspectiva de serviço, na construção de uma sociedade ética e solidária [...].

O contexto atual da evangelização da Igreja em Goiânia

A Igreja em Goiânia deve ser fiel à sua vocação e missão. Deve ser fiel à sua história, construída com generosidade e doação. Deve, também, com a mesma intensidade e solicitude, perscrutar os novos desafios que a realidade nos apresenta, em Goiânia, em Goiás, no Brasil, no mundo [...].

O contexto sociocultural da Grande Cidade

Sob a ótica sociocultural, enfrentamos em Goiânia os desafios da grande cidade pós-moderna. Embora não seja comparável a outras regiões e metrópoles do Brasil, a cidade de Goiânia é a primeira capital desta região [...].

Exigências da pastoral na cidade

Inseridos na realidade urbana, nossa presença evangelizadora deve considerar o pluralismo que marca a vida urbana, requerendo de nós permanente postura de diálogo. Temos de ser incisivamente pessoas abertas ao diálogo, sem relativizar valores nem perder nossa identidade católica, enraizada comunitariamente em nossa Igreja Particular [...].

Evangélica opção preferencial pelos pobres

Particular e atenta atenção deve ser dada ao contexto socioeconômico. Também em nossas cidades acirra-se a desigualdade social. Ricos ficam cada vez mais ricos, pobres ainda mais pobres. Os contrates são gritantes e as situações de injustiça clamam aos céus [...].

Evangelização na Política e na Ecologia

A evangelização de nossa Igreja Particular deve ter incidência política e ecológica. A corrupção, as injustiças sociais institucionalizadas, o poder como expressão de domínio, tudo isso requer de nós o testemunho da grande caridade política [...].

Igreja em Goiânia, discípula de Jesus

São muitos os desafios e interpelações. Atingem a todos os homens e mulheres e, por isso, se verdadeiramente humanos, também devem ressoar na Igreja em Goiânia, discípula de Jesus. Por isso, sempre mais, precisamos aprofundar a mística e a espiritualidade da “Igreja – mistério de comunhão” [...].

Para baixar a  Carta Pastoral Igreja em Goiânia, clique aqui

 

1ª Matéria da Série Cartas Pastorais do Dom Washington Cruz : A evangelização na Arquidiocese de Goiânia
 

2ª Matéria da Série Cartas Pastorais do Dom Washington Cruz: Igreja – casa e escola de comunhão

3ª Matéria da Série Cartas Pastorais do Dom Washington Cruz: Eucaristia: escola de amor ao próximo

 

Atendimento

(62) 3223-4581 / 3225-0339