O que você procura?

Artigos

Escrito em 27/07/2019

Férias! Tempo de vivências e troca de experiências

Aproveite o período de férias para viver e conviver de maneira prazerosa com aqueles que fazem bem a você.

Denise Maria de Jesus

Denise Maria de Jesus

Pedagoga, psicopedagoga e teóloga.

ferias-tempo-de-vivencias-e-troca-de-experiencias-02123134.jpg

O período das férias é um momento do ano muito esperado por todos que realizam uma jornada intensa de trabalho e estudo. É um tempo que deve ser vivido de maneira prazerosa ao lado daqueles que amamos. É tempo de descanso, contudo é tempo também de aprendizado.

Aprender é uma ação natural do ser humano, aprendemos o tempo todo. O aprendizado acontece quando temos uma nova experiência e esta promove uma modificação em nossas estruturas cognitivas. O processo de aprendizagem não é considerado uma ação passiva de recepção; nem o ensinamento, uma simples transmissão de informação. Ao contrário, a aprendizagem é um processo mental que resulta na aquisição de um novo conhecimento e este se dá por meio de uma ação interativa.

As férias podem ser um momento muito propício para ensinar e aprender. É comum as crianças, ao saírem de férias, abandonarem seus livros e cadernos com o objetivo de descansar dos conteúdos escolares. Eles estão corretos, pois o descanso é importante para revitalizar o nosso cérebro e nos preparar para outras experiências de aprendizagem.

Os pais e familiares têm papel de grande importância neste tempo. São eles os responsáveis por proporcionar entretenimento às crianças e garantir que as férias sejam alegres e produtivas, além de serem interessados em ensinar a seus filhos os valores que para eles são importantes. Por isso, as férias podem se tornar um momento de grande oportunidade para reforçar os laços e promover troca de experiências entre os adultos e crianças.

O ideal neste período é buscar formas de estimular os pequenos a se desenvolverem de forma divertida e prazerosa, promovendo momentos de interação entre os amigos e familiares, unindo a diversão ao prazer da convivência com situações que estimulem o desenvolvimento. Mas como promover essas experiências? Eis aqui algumas dicas: A primeira delas é tirar férias dos aparelhos eletrônicos. Procure realizar com seus filhos as brincadeiras do seu tempo de infância: pular amarelinha, pular corda, cabra-cega, esconde-esconde, queimada, peteca. Com certeza, serão lembradas várias outras brincadeiras. Faça uma lista e partilhe com eles o quanto essas brincadeiras foram boas para você na sua infância. Utilize-se de jogos como: jogo da velha, dama, adedonha. Aproveite também as sugestões dos jogos mais modernos como: UNO, jogo da memória, quebra-cabeças e tantos outros. E não pode faltar o momento da história: a leitura é fundamental para o bom desempenho escolar. Não podemos tirar férias da leitura. Crie momentos onde possa haver leitura de livros, contação de histórias, dramatizações ou outras formas de partilhar conhecimentos e descobertas por meio da leitura.

Desta forma, você proporcionará à sua família momentos de interação, partilha e estreitamento dos laços afetivos. Ao mesmo tempo em que estará motivando todos, adultos e crianças, a estimularem suas habilidades cognitivas, o que facilitará o desempenho de outras aprendizagens.

Aproveite o período de férias para viver e conviver de maneira prazerosa com aqueles que fazem bem a você. Esta pode ser a oportunidade de estar junto, algo que pode se tornar mais limitado quando a rotina é retomada. Assim, ao retornar as suas atividades, as memórias afetivas dessas experiências motivarão ainda mais a retomada dos estudos e a rotina de trabalho.

Atendimento

(62) 3223-4581 / 3225-0339