O que você procura?

Notícias

Escrito em 07/02/2020 por Fúlvio Costa

Saulo Ribeiro é ordenado diácono

Você recebe hoje um dom e uma tarefa peculiares dentro do povo de Deus e a seu serviço

Imagem Homilias
Fotos: Rudger Remígio

Na celebração da Festa da Apresentação do Senhor no Templo, em 2 de fevereiro, Dom Washington Cruz ordenou o seminarista Saulo Ribeiro diácono para o serviço da Igreja. A celebração foi concelebrada pelo bispo auxiliar Dom Levi Bonatto e por muitos padres da Arquidiocese. Houve também a participação de dezenas de diáconos transitórios e permanentes. 

Dom Washington fez comentários sobre a Festa da Apresentação do Senhor, a destacando como o anúncio da cruz. Ele explicou que a apresentação no templo responde ao cumprimento da lei de Moisés e que, a ação de Nossa Senhora e São José nos ensina a “respeitar as leis e a cumprir todos os nosso deveres profissionais, cívicos e quaisquer outros, com naturalidade, pontualidade e rigor, sem nos desculparmos, sem nos dispensarmos.”

Sobre o ordinando, o arcebispo afirmou que a Igreja estava recebendo com alegria e gratidão, um particularíssimo ‘dom da graça’. “Através do gesto da oração e da imposição das mãos, insiro o acólito Saulo Ribeiro no primeiro grau do sacramento da Ordem, o diaconado, que o configurará a Jesus Cristo, aquele que serve por amor. Aos ministros ordenados, e, portanto, também aos diáconos, compete um lugar e um serviço específicos e insubstituíveis na evangelização e transmissão da fé”. Continuando, Dom Washington disse a Saulo: “Você recebe hoje um dom e uma tarefa peculiares dentro do povo de Deus e a seu serviço. Em comunhão com o bispo e com o presbitério, você é constituído na Igreja sinal vivo de Jesus, é consagrado e enviado para o serviço da comunhão eclesial mediante o exercício do ministério da Palavra, da liturgia e da caridade”, esclareceu.

Após a homilia seguiu-se o rito de ordenação com o propósito do eleito, em que ele responde ao arcebispo que quer ser consagrado ao serviço da Igreja; a prece litânica, em que o ordenante e toda a assembleia roga a Deus Pai todo-poderoso que derrame com bondade a sua bênção sobre o servo que é chamado à Ordem do Diaconado. Neste momento ele encontra-se deitado em sinal de sua total entrega a Deus; a imposição das mãos e prece de ordenação sobre o ordinando, pedindo ao Senhor que envie sobre ele o Espírito Santo. Por fim, há a imposição das vestes diaconais, a entrega do livro dos evangelhos, o abraço da paz ao neo-ordenado e a profissão de fé. Em seguida a Santa Missa segue conforme o ordinário. 

O novo diácono cumprimentado, logo após a celebração, no Centro Pastoral Dom Antonio (CPDA).

Veja mais fotos, clique aqui

 

Atendimento

(62) 3223-4581 / 3225-0339